Porque as pessoas não dão uma chance umas às outras como poderiam? Nada que se passa com alguém é em vão. Porque temos sempre que fazer as coisas e, muitas vezes, justamente a coisa errada? E se a ação mais justa, correta e verdadeira for não fazer? Com isso não quero dizer simplesmente ficar parado assistindo a banda passar, mas permitir que a banda passe e execute seu trabalho, sem pôr empecilhos. Penso ser essa uma tarefa difícil. Cada vez que caminhamos de mãos dadas com uma pessoa, ao mesmo tempo ela está caminhando de mãos dadas conosco. Será que conseguimos realmente agir assim com as pessoas que nos cercam? Será que oferecemos nossa mão para nossa família, amigos, para aqueles que precisam ou mesmo para quem mais amamos? E será que essas pessoas também o fazem para conosco e para com os outros? A visão de um planeta, composto por várias formas de vida, uma mais intrigante e interessante que a outra e mesmo de uma espécie - a humana - com todas suas espetaculares diferenças e curiosas semelhanças, fascina a quem observa. Quando se quer alguma coisa, se vai atrás até conseguir. Quanto maior a vontade de se ter tal coisa, maior o esforço que somos capazes de realizar. Mas, e se essa coisa bate de frente com os desejos ou necessidades de outra pessoa? Quando amamos esta pessoa, muitas vezes não nos importamos em ceder para agradá-la. Mas, quando não temos nenhuma relação afetiva direta com ela? Aí começam os problemas...