Ankündigung

Einklappen
Keine Ankündigung bisher.

Os dez mandamentos de como viver bem com os outros

Einklappen
X
  • Filter
  • Zeit
  • Anzeigen
Alles löschen
neue Beiträge

  • Os dez mandamentos de como viver bem com os outros

    Os dez mandamentos de como viver bem com os outros.

    "Adorar a si mesmo é a única religião onde quanto mais devotado você for, menos seguidores você conquista."
    • [list:044a5ea3ed]
    [/list:u:044a5ea3ed]

    I - Tenha controle de sua língua. Sempre diga menos do que pensa. Cultive uma voz baixa e suave. A maneira como se fala muitas vezes impressiona muito mais do que aquilo que se fala.
    II - Pense antes de fazer uma promessa e depois não dê importância ao quanto lhe custa.
    III - Nunca deixe passar uma oportunidade para dizer uma coisa meiga e animadora a uma pessoa ou a respeito dela.
    IV - Tenha interesse nos outros, em suas ocupações, seu bem-estar, seus lares e famílias. Seja alegre com os que riem e lamente com os que choram. Deixe cada pessoa com quem encontra, sentir que você lhe dispensa importância e atenção.
    V - Seja alegre. Conserve para cima os cantos da boca. Esconda as suas dores, deus desapontamentos e inquietações sob um sorriso. Ria de histórias boas e aprenda a contá-las.
    VI - Conserve a mente aberta para todas as questões da discussão. Investigue, mas não argumente. É marca de ser superior... discordar e ainda conservar a amizade.
    VII - Deixa as suas virtudes falarem por si mesmo e recuse a falar das faltas e fraquezas dos outros. Desencoraje murmúrios. Faça uma regra de falar coisas boas aos outros.
    VIII - Tenha cuidado com os sentimentos dos outros. Gracejos e humor não valem a pena e freqüentemente magoam quando menos se espera.
    IX - Não faça caso das observações más a seu respeito. Só viva de modo que ninguém acredite nelas. Nervosismo e indigestão são causas comuns para maledicência.
    X - Não seja tão ansioso a respeito de seus direitos. Trabalhe, tenha paciência, conserve seu temperamento calmo, esqueça de si mesmo e receberá a sua recompensa.

  • #2
    Conversa entre amigos (autor: Artur de Carvalho)

    Tenho um amigo que mora em Florianópolis, o Samuel Casal. Ele é ilustrador e Editor de Arte do jornal “Diário Catarinense”. Acontece que o jornal em que o Samuel trabalha fica ali, bem ao lado de uma praia de Florianópolis. E outro dia desses ele me mandou uma foto pela internet. Era a vista que ele tinha da janela do escritório dele. O sol se pondo. O mar ali, bem pertinho. A praia. Dava até para imaginar o chuá chuá das ondas.

    - Roa-se de inveja! - foi a mensagem que ele mandou, junto com a fotografia. Respondi imediatamente dizendo o seguinte, meio que brincando, meio que falando sério:

    - Olha, Samuel. Não vou falar que eu não tenho inveja de você porque eu tenho. Tenho inveja por você desenhar tão bem e tenho inveja por você ser o Editor de Arte aí do seu jornal. Mas eu não tenho inveja do lugar onde você trabalha simplesmente porque eu ODEIO PRAIA.

    Respondi isso por e-mail, evidentemente, mas não se passaram nem dez minutos e de repente o telefone tocou.

    - Alô?

    - Alô! Artur?

    - Sim? Quem tá falando?

    - Você disse que o quê???

    - Samuel?

    - É, é o Samuel...

    - O que foi que você perguntou?

    - Você escreveu que odeia o quê?

    - Eu escrevi? Ah, que eu odeio a praia? Pois é. Odeio.

    - Eu não acredito que alguém pode falar uma coisa dessas...

    - Vem cá. Você ligou aí de Florianópolis só para me perguntar isso, é?

    - Como SÓ? Eu nunca ouvi uma barbaridade maior do que essa em toda a minha vida!

    - Odiar a praia? Oras. Tem gente que gosta, tem gente que não gosta.

    - Como assim, tem gente que não gosta? Todo mundo adora a praia!

    - Eu não.

    - E porque é que você odeia a praia?

    - Ah, sei lá. Aquelas areiazinhas que ficam no colchão, sabe? Quando a gente vai deitar à noite. Aquele cheiro de peixe morto o dia inteiro no nariz da gente. Um monte de coisa.

    - Para aquele cheiro de peixe que você tá dizendo, a gente dá o nome de MARESIA, tá? Já teve um monte de poeta que fez poesia para as maresias...

    - Bem, já aqui, no interior, a gente fala que tá com maresia quando fica com vontade de vomitar...

    - Você deve ser um cara doente, Artur! Você devia procurar um tratamento...

    - Tratamento? Porque eu não gosto de mar? Você só pode estar brincando...

    - Brincando? Isso é sério, rapaz... Um cara que não gosta de praia, não gosta da... da... VIDA!

    - Pois eu gosto bastante da vida, se você quer saber. Só não gosto do mar, oras.

    Não vou ficar aqui me prolongando muito na transcrição do restante do diálogo, mas a única coisa que nós dois concordamos, ao final de mais de duas horas de discussão, é que a gente nunca vai conseguir realmente entender o que se passa pela cabeça dos outros, nem mesmo dos nossos melhores amigos.

    - Melhor amigo coisa nenhuma! Eu é que não vou ser amigo de um cara que não gosta de praia!

    - Vai te ferrar, vai Samuel...

    Kommentar

    Online-Benutzer

    Einklappen

    285 Benutzer sind jetzt online. Registrierte Benutzer: 3, Gäste: 282.

    Mit 2.135 Benutzern waren am 16.01.2016 um 00:30 die meisten Benutzer gleichzeitig online.

    Brasilien Forum Statistiken

    Einklappen


    Hallo Gast,
    Du hast Fragen?
    Wir haben die Antworten!
    Anmelden und mitmachen.
    P.S.: Für angemeldete Mitglieder ist das Forum Werbefrei!

    Themen: 24.008  
    Beiträge: 176.062  
    Mitglieder: 11.847  
    Aktive Mitglieder: 57
    Willkommen an unser neuestes Mitglied, unpoo.

    Unconfigured Ad Widget

    Einklappen
    Lädt...
    X