Ankündigung

Einklappen
Keine Ankündigung bisher.

comportamento

Einklappen
X
  • Filter
  • Zeit
  • Anzeigen
Alles löschen
neue Beiträge

  • comportamento

    Tipos de comportamentos:

    1..Diante de uma barata:
    Homem: - Se eu não estivesse descalço!
    Mulher: - Socorro! Uma barata!
    Gay: - Alô!!! É do Corpo de Bombeiros?...

    2..Diante de um belo homem:
    Homem: - É Gay!
    Mulher: - É um deus!
    Gay: - É meu!

    3.. Diante de uma bela mulher:
    Homem: - Gostosa!
    Mulher: - Gorda!
    Gay: -Traveca!

    4.. Quando está amando:
    Homem: - Peça o que você quiser.
    Mulher: - Eu te amo.
    Gay: - Como você reagiria se por acaso soubesse
    que outro homem está gostando de você?

    5.. Quando toma um banho de lama no acostamento:
    Homem: - Puta que pariu!
    Mulher: - Minha roupa!
    Gay: - Minha produção!

    6.. Ao ver uma partida de futebol:
    Homem: - Que golaço!
    Mulher: - Que saco!
    Gay: - Que pernas!

    7.. Quando estão mentindo:
    Homem: - não fui eu!
    Mulher: - Eu te amo!
    Gay: - Foi ela!

    8.. Quando são traídos:
    Homem: - Eu não gostava mesmo de você!
    Mulher: - Eu te odeio!
    Gay: - Que tal nós três?!

    9.. Quando estão chorando:
    Homem: - Foi um cisco...
    Mulher: - Buuuuááááá!!!!
    Gay: - Foi o João Paulo...

    10.. Quando levam uma cantada:
    Homem: - Só se for agora!
    Mulher: - Pode esperar sentado!
    Gay: - Tem certeza que é comigo?

    11.. Quando estão com muito dinheiro:
    Homem: - Hoje eu pago tudo!
    Mulher: - Hoje eu vou ao shopping!
    Gay: - Hoje ele me come! / Hoje eu como ele!

    12.. Quando vão ao cabeleireiro:
    Homem: - Corta!
    Mulher: - Apare só as pontas.
    Gay: - Quero igualzinho ao dela!

    13.. Quando querem acabar um relacionamento:
    Homem: - Acabou.
    Mulher: - Preciso de um tempo.
    Gay: - Minha filha, eu sou gay!

    14.. Quando acordam:
    Homem: - Estou com fome!
    Mulher: - Estou horrível!
    Gay: - Onde estou?!

  • #2
    Gostei

    Gostei mesmo.
    E o comportamento das lésbicas? Não tem?

    Kommentar


    • #3
      Re: Gostei

      Zitat von Gast11
      Gostei mesmo.
      E o comportamento das lésbicas? Não tem?
      sempre considerei lésbica um gay também ... mas depois deste seu questionamento brincalhão, fiquei com :?: e quis saber, afinal o que seria um gay, mesmo?? ... na expressão da palavra ...

      Glossário

      Homossexual – pessoa atraída por outras do mesmo sexo.

      Gay - Termo inglês que significa alegre, mas que desde o século XVII é utilizado para designar homossexuais. Normalmente usa-se o termo para indicar o homossexual masculino, no entanto também pode indicar o homossexual feminino, assim como a comunidade homossexual em geral.

      Lésbica - Homossexual feminino.

      Bissexual - Um indivíduo que se sente atraído por indivíduos dos dois sexos.

      Transexual - Um indivíduo que se identifica fortemente com o sexo oposto, tendo o desejo de ser do sexo oposto. Normalmento o termo é utilizado para indivíduos que foram submetidos a uma operação de troca de sexo.

      Travesti – indivíduo que veste roupas geralmente associadas ao sexo oposto.

      Drag King – mulher que se veste de homem.

      Drag Queen – homem que se veste de mulher.

      Dyke – termo norte-americano que se refere a lésbicas e que deriva de um termo referente a vestuário masculino.

      Fag – homossexual, este termos era utilizado inicialmente para insultos, mas foi adoptado pela comunidade gay para designar os seus membros.

      Heterosexismo - O ponto de vista para o qual a sociedade parte do princípio que todos são heterossexuais, e que os homossexuais são de alguma forma desvios a esta norma.

      Homofobia - medo irracional e irrealista da homossexualidade.


      sobre os Símbolos Gay:


      Arco Íris
      O Arco-Íris é provavelmente o símbolo mais conhecido das comunidades gay em todo o mundo. Utilizado pela primeira vez em 1978 na «San Francisco Gay and Lesbian Freedom Parade», a bandeira foi criada pelo artista Gilbert Baker. Cada uma das faixas do símbolo tinha um significado: rosa choque para o sexo; vermelho para o fogo; laranja para a cura; amarelo para o sol; verde para a natureza; azul turquesa para as artes; azul indigo para harmonia; violeta para o espírito. A bandeira é hoje reconhecida oficialmente pelo «International Congress of Flag Makers».

      Triângulo cor-de-rosa
      O triângulo cor-de-rosa é o símbolo da comunidade gay mais antigo, datado do período anterior à Segunda Guerra Mundial. Durante o regime nazi na Alemanha, o Parágrafo 175 da lei germânica proibia qualquer tipo de relação ou contacto gay. No âmbito dessa lei, estima-se que 25 mil pessoas tenham sido enviadas para prisão entre 1937 e 1939 e, depois, para campos de concentração. Naquela época a sentença aplicada era a esterilização, geralmente através da castração. Cada prisioneiro nos campos de concentração tinha um triângulo colorido invertido para indicar a razão de sua prisão. Algum dos mais comuns eram o vermelho para prisioneiros políticos, verde para criminosos comuns, dois amarelos para judeus, preto para crimes anti-sociais(sic) e rosa para homossexuais.

      Quando a guerra terminou, os prisioneiros homossexuais permaneceram encarcerados, já que o Parágrafo 175 só foi revogado na Alemanha em 1966. Nos anos 70 o triângulo rosa começou a ser conhecido como símbolo do movimento de direitos gay. É um símbolo facilmente reconhecido e serve como recordação da opressão e preconceito constantes sofridos pelos gays.


      Triângulo negro
      As lésbicas não estavam incluídas no Parágrafo 175, mas elas também foram perseguidas pelo regime nazi. As prisioneiras com triângulos negros eram todas as mulheres que não se enquadravam na concepção de feminilidade do regime: lésbicas, prostitutas, mulheres sem crianças e aquelas com peculiaridades "anti-sociais". Similar ao triângulo rosa, o triângulo negro tornou-se tanto um símbolo do orgulho lésbico, quanto do feminismo.


      Labrys
      O Labrys é um machado duplo utilizado como ceptro pela deusa Demétria Artemísia, deusa da Terra, sendo corrente considerar que os rituais associados a esta deusa incluiam actos lésbicos. O Labrys tem muitas ligações com as mulheres e o feminismo, embora nenhum elo tenha sido claramente estabelecido como a razão para seu o uso como símbolo lésbico.

      Um teoria sugere que ele poderia ter sido utilizado originalmente na batalha das mulheres guerreiras Cíntias. Existem também informações que o colocam como arma usual nos exércitos de amazonas através de peças gregas de artesanato.
      Hoje em dia, o Labrys é um símbolo da força e auto-suficiência lésbica e feminista.

      Símbolos de género
      Os símbolos de género baseiam-se nos signos astrológicos: o símbolo de Vénus com uma cruz representa o feminino, e o símbolo com uma seta, de Marte, representa o masculino.
      Símbolos masculinos e femininos duplicados têm sido usados frequentemente como símbolos de gays e lésbicas desde o início da década de 70. Símbolos duplos femininos também foram utilizados pelas feministas, denotando irmandade, e o símbolo triplo feminino tem sido utilizado para demonstrar a rejeição aos padrões masculinos de monogamia. Os símbolos feminino e masculino juntos foram utilizados para demonstrar os objectivos comuns de gays e lésbicas.


      Lambda
      Escolhido pela New York Gay Activist Alliance em 1970 como símbolo do movimento gay, o Lambda é a letra grega que equivale ao "L". Uma bandeira de guerra com Lambda foi desfraldada por um pelotão de guerreiros gregos mais velhos que eram acompanhados na batalha pelos seus jovens amantes, demonstrando a sua impetuosidade e o desejo de lutar até a morte.


      Mercúrio
      O signo astrológico de Mercúrio é um símbolo tradicional dos travestis. Na mitologia grega, Hermes (a versão grega de Mercúrio) e Afrodite (a deusa do Amor) tiveram um filho chamado Hermaphroditus. A criança possuía tanto os orgãos masculinos, quanto os femininos. Esta é a origem do termo moderno "hermafrodita". O símbolo denota o masculino - a lua crescente em cima -, e o feminino - a cruz em baixo - com o anel representando o individual e equilibrando os dois componentes.

      Kommentar


      • #4
        Re: Gostei

        Zitat von Gast11
        Gostei mesmo.
        E o comportamento das lésbicas? Não tem?
        Nao tem!!

        Kommentar


        • #5
          Transexual portuguesa, Nadia Almada, que vive em Inglaterra ha' oito anos, decidiu integrar o "elenco" da ultima edição do BB britânico. Os subditos de Sua Majestade são assim confrontados com uma imagem diferente de POrtugal.




          Nadia

          Age: 27
          From: Surrey (originally from Portugal)
          Occupation: Bank Clerk
          Status: Single
          Sign: Aquarius
          Why Big Brother? "Because it's a once in a lifetime experience and the world is not full of strangers only friends that you are yet to meet "

          Nadia is the eldest of 6 children. She was born in Portugal but moved to England 8 years ago. She has previously worked on a perfume counter in a department store and managed a children's bookshop. She loves shopping, going out with friends and walks by the sea.


          BB UK

          Kommentar


          • #6
            Olá, sou Ligia Gielamo Oliveira ( ligia@feministcampus.org ), resolvi escrever sobre preconceito, homossexualismo e boas intenções.
            Sobre ser diferente.
            Parece que não é preciso falar sobre o assunto, afinal todos já sabem (?) todos já conhecem o assunto (?)
            Acontece, que o ser humano não está disposto a aceitar algumas diferenças.
            Não é questão de preparo, mas sim de disposição.
            Funciona como um grupo enorme de pessoas que se tranca na sala da mentira coletiva, que facilmente e cômodamente finge que não se vê, ouve ou fala.
            E esse grupo também nem precisa ser enorme para fazer o estrago.
            Talvez seja até pior quando o grupo é uma família, por exemplo.
            Estatistica: entre os adolescentes suicidas, 30% são gays e lésbicas.
            E justamente porque estes jovens são criados em comunidades e famílias preconceituosas ao extremo que tentam "salvá-los" por meio de todos os meios ou terapia.
            Século XXI, e convivemos com estatísticas absurdas como esta.
            Se um jovem se revela gay, lá vem a repressão, o tapa, a cinta, o psicólogo para "endireitar".
            Supostamente, culpa é do pai que não soube criar o filho.
            Da mãe que que em vez de vestir a filha de rosa, deu o exemplo errado.
            Um pouco de machismo com ignorância.
            O que não se sabe (ou prefere-se não saber), é que de acordo com a maioria dos cientistas e especialistas em sexualidade humana, o homossexualismo é definitivo.
            Esta orientação sexual é definida no útero da mãe e confirmada por volta dos cinco anos de idade.
            Não depende de roupinhas azuis ou rosas, exorcismo e exemplos.
            Pesquisas são feitas com ratos porque eles têm hormônios, genes e sistema nervoso central muito semelhantes aos dos seres humanos e, o cérebro dos roedores tambaém se desenvolve dentro do útero.
            De acordo com a geneticista Anne Moir, um rato castrado pensa que é fêmea, e cuida do ninho.
            Uma fêmea que recebe uma dose mais alta de testosterona pensa que é macho, fica mais agressiva e tenta cruzar com outras fêmeas.
            Desta maneira, se no início da gestação de um feto masculino ocorrer uma baixa de testosterona, as chances de nascer gay aumentam muito, pois os hormônios femininos vão configurar o cérebro.
            Ninguém se torna gay porque quer ou por desaforo, como bradam as más linguas.
            Claro que esta questão é muito vasta, e poderia-se discorrer sobre pesquisas científicas e comportamento longamente.
            Mas esses exemplos servem para resumir e esclarecer pontos que poucas pessoas conhecem.
            A jornalista Milly Lacombe, escreveu em uma de suas colunas na Revista TPM:
            "Sou só eu eu você que também se indigna quando pensa que os gays de hoje comportam-se como os judeus de antigamente; com medo de serem executados socialmente, simulam ser o que não são".
            Somos milhões de indignados.
            E como é início de ano, poderíamos começá-lo com mais que um pé direito e boas intenções: jogar no lixo qualquer resquício de padrão de normalidade.
            A humanidade é interessante justamente pela diversidade de comportamentos e idéias.
            E acima disso tudo, pela nobreza de caráter.
            E, por favor, sem preconceito.
            Um abraço.

            Kommentar


            • #7
              ..................................................




              Os casamentos e a maldição de Freud




              Um amigo de minha filha perguntou se eu conhecia, entre os companheiros da minha geração, alguém que fosse casado com a mesma mulher ou o mesmo marido, até hoje. Pensei um pouco e respondi que não. Tratava-se da geração que virou a mesa nos anos 60, que rompeu tabus e liberou geral. Era preciso ser assim, pois a geração anterior a nossa, mal ou bem, era obrigada a ficar casada para sempre. Agora uma pergunta: quem é que sabe escolher direito um parceiro aos 17, 18 anos? Imagine se eu tivesse me casado pro resto da vida com aquele cara de topete à Elvis Presley, do colégio, que me matava de paixão? Provavelmente teria cometido homicídio se não pudesse me livrar da sua forma de ver a vida.


              Quem vê alguma coisa com 18 anos, além de um topete? O equivalente hoje em dia a se encantar com uma tatuagem e vários piercings, ou com umas moças anoréxicas que vi na internet que parecem recém-saídas de Auschwitz, só que muito alegres e maquiadas, tipo caveiras animadas num baile de Halloween. Falo das modas que passam e da maneira de pensar que, graças a Deus, passa também. Mas a gente lá pensa aos 18 anos? Achou bonitinho, pronto, quer cortar os pulsos de paixão.



              Hoje em dia há duas maneiras de encarar os relacionamentos: uma é ''ficar'', prática que pode se reduzir apenas a uma noite (com raras exceções) e se limitar a longos beijos na boca, ou ter uma ''ficante'', ou uma ''ficada'' fixa, mas sem compromisso nenhum, o que difere do namoro de antigamente. Existe também, nessa nova geração, quem queira recuperar a prática do casamento eterno, para todo o sempre. Enfim, pagar pra ver o que é bom pra tosse.



              Freud dizia que o enamoramento tem um tempo preciso de duração (pouquíssimo, aliás), e depois disso... babau! Tudo bem, mas nem tudo é enamoramento. Pode-se ter um relacionamento adulto com o parceiro, transformá-lo num verdadeiro companheiro depois do período de enamoramento. Mas havemos de convir que, se eu tivesse casado, por exemplo, com o menino do topete, por quem era apaixonada, como fazer dele um companheiro quando eu enjoasse do seu penteado? Que assunto teria com ele após ouvir Love me tender no hit parade do rádio do carro?



              Claro que já ''fiz projetos, pensei tanta coisa'', como dizia a música cantada por João Gilberto, até o tempo de abaixar pra amarrar os cordões dos sapatos (como dizia Cortázar). Ou seja, numa fração de segundo, sabe-se lá por que transformar o príncipe encantado num ser comum, absolutamente destituído de qualquer fantasia ou sedução, muito mais sem graça que um sapo! Porque paixão não é real, paixão é uma sacanagem que inventaram pra gente enxergar o outro com uma iluminação especial tipo Mário Carneiro ou Walter Carvalho, corrigida no Photoshop, num filme colorido da Metro e submetido a uma montagem livre, que concede aos apaixonados plenos poderes de cortes no filme se a pose for feia, a fala estiver fora de sincronia ou o cenário não combinar com o roteiro que a sua cabeça criou.



              Perdoa-se tudo: um fora horroroso, um telefonema que não vem, ou até mesmo uma mentira pra não se cair na real, até não se poder mais disfarçar, e ela, a realidade, inevitavelmente nos encurralar na parede. Então fica-se órfão, desamparado, sem pai nem mãe num país estrangeiro. Será que era por medo da solidão que as pessoas ficavam juntas pra sempre? Imagina aquelas pobres mulheres, que nem trabalhar trabalhavam, ficarem olhando pro teto, vivendo a vida dos filhos? Graças a Deus, hoje em dia, o tempo encolheu, por isso não se sofre tanto de mal de amor. Sei lá... Quem sabe ele dure menos mas seja mais contundente?



              É muito ruim enjoar de alguém, ''tomar um A.S.'' (asco súbito), como diz minha sobrinha. Ninguém merece... Como é que se vai explicar que não é culpa da pessoa, que foi só um determinado tempo, estipulado por Freud e sua maldição, que passou... Ver o ex-amado perguntar, arrasado: ''Mas por quê?'', quando não há explicação plausível em matéria de paixão! Qualquer um está sujeito a cair do cavalo, a qualquer momento, no melhor da festa...



              Mas muito pior ainda é alguém enjoar, ou ter um A.S. da gente. Fica-se ciente do próprio corpo de repente, do espaço que ele ocupa, quando antes flutuávamos nele, sem estatura nem peso, ao sabor da música divina...



              Tudo isso me veio à cabeça depois que o amigo da minha filha fez aquela simples pergunta:



              - Tem alguém casado no seu grupo?



              Tomara que eu esteja esquecendo alguém, mas tanto no meu grupo quanto no da minha filha, das minhas sobrinhas, das amigas da minha filha, dos filhos dos meus amigos, eu grito e o eco responde:



              - Ninguém! - como dizia Antonio Maria.



              Tomara que os jovens de hoje consigam reverter esse quadro que nós pintamos pra eles com o intuito de reverter o quadro que nossos pais pintaram pra nós. Porque o da geração anterior a minha sem dúvida alguma não deu certo. Mas e o nosso? Deu? Pergunto-me vendo a empregada tirar as roupas do secador, resmungando:



              - Ninguém casa nessa casa! Nem meia!

              Kommentar


              • #8


                Frank hat es satt. Bei den Nachbarn Micha und Alessandro beschwert er sich über die Atmosphäre in seinem Team. "Die gehen mir auf'n Sack, ständig Genörgel und nicht mitspielen, weil sie beleidigt sind." Lediglich Jerry sei ganz gut drauf, doch wenn Frank mit seinem gutgelaunten Teamkollegen Streiche ausheckt, kommt das nicht bei jedem gut an: "Miriam spricht seit gestern nicht mehr mit mir...Weil Jerry und ich sie gestern mit dem Nachfalter verarscht hatten."

                Nach Miriams Ausraster ist die Stimmung anscheinend am Boden. Das ist auch dem Liebespaar Franzi und Mark nicht entgangen. Mark erkundigt sich bei Miriam nach dem Grund für ihre schlechte Laune und vermutet das heikle Thema Ilkay dahinter. Mit der hatte Miriam vor einigen Tagen heftigen Streit. Doch die Teamkollegin klärt auf: "Es ist schwer, wenn drei Leute nicht miteinander reden, oder?" Dem verträumten Liebespaar, das die letzten Tage vor allem mit sich selbst beschäftigt gewesen ist, geht ein Licht auf - es herrscht Stress im eigenen Team.

                Das schreit nach Intervention: Franzi will sofort zwischen Jerry und Miriam vermitteln. Doch Jerry stellt sich stur: "Ich geh' jetzt nicht hin und sage Entschuldigung". Doch dabei lässt es die Schlichterin nicht beruhen. Sie redet weiter auf die Streit-Parteien ein. Weil die beiden Eingeschnappten nur zögerlich reagieren, beschwört Franzi schließlich eine Einigung: "So, jetzt ist alles wieder gut, ne?" Franzi will die schlechte Stimmung nicht akzeptieren. Kein Wunder - schließlich geht es um das harmonische Dreamteam des Hauses, wie Franzi feststellt: "So etwas gab es bei uns noch nie, außer zwischen Mark und mir, dass wir mal für ein paar Stunden nicht zusammen gesprochen haben."

                Ist Team Normal noch zu retten oder ist es zu Ende mit der harmonischen Herrlichkeit?

                BIG BROTHER, täglich 19.00 Uhr bei RTL II und 24 Stunden LIVE bei PREMIERE

                Kommentar

                Online-Benutzer

                Einklappen

                185 Benutzer sind jetzt online. Registrierte Benutzer: 0, Gäste: 185.

                Mit 2.135 Benutzern waren am 16.01.2016 um 00:30 die meisten Benutzer gleichzeitig online.

                Brasilien Forum Statistiken

                Einklappen


                Hallo Gast,
                Du hast Fragen?
                Wir haben die Antworten!
                Anmelden und mitmachen.
                P.S.: Für angemeldete Mitglieder ist das Forum Werbefrei!

                Themen: 24.008  
                Beiträge: 176.063  
                Mitglieder: 11.847  
                Aktive Mitglieder: 58
                Willkommen an unser neuestes Mitglied, unpoo.

                Unconfigured Ad Widget

                Einklappen
                Lädt...
                X