Argentino paga fiança e é solto

Ontem mesmo, o zagueiro Desábato deixou o Brasil com destino ao seu país

Daniel Kfouri/Folha Imagem

O jogador, acusado de injúria contra o são-paulino Grafite, deve voltar ao País para responder pelo caso em 30 dias


SÃO PAULO - A vida de prisioneiro do zagueiro Leandro Desábato chegou ao fim, pelo menos por enquanto. Ele pagou a fiança, saiu da cadeia e, às 19h05 de ontem, pegou o avião rumo a Buenos Aires, juntamente com parte da delegação do Quilmes. No entanto, o jogador argentino, acusado de injúria contra o são-paulino Grafite, deve voltar ao País para responder pelo caso em 30 dias.
No vôo que levou Desábato para casa, viajaram mais 14 jogadores do Quilmes. A outra parte do elenco embarcou no final da noite. Dirigentes e o material esportivo do clube voltam para Buenos Aires apenas hoje pela manhã.
A delegação do Quilmes chegou ao aeroporto internacional de Guarulhos pelo portão 3 e, com o auxílio de policiais federais, conseguiu acesso à sala vip sem passar pela imprensa, que aguardava os jogadores junto à área de embarque. Segundo Carlos Alberto Mendes, advogado de Desábato no Brasil, inicialmente o jogador pode ficar ausente do país por 30 dias. O período pode ser renovado, em caso de aceitação da Justiça.
Após passar duas noites detido, o zagueiro argentino foi liberado no começo da tarde de ontem. Com o pagamento da fiança de R$ 10 mil estipulada pela Justiça, o jogador do Quilmes pôde deixar o 13º Departamento de Polícia, no bairro da Casa Verde, zona norte de São Paulo (Desábato havia dormido de quarta para quinta no 34º DP).
Depois do pagamento da fiança, Desábato foi submetido a exames de praxe por profissionais do IML (Instituto Médico Legal), que foram ao 13º DP. Em seguida, o zagueiro deixou a delegacia rumo ao fórum da Barra Funda, onde passou por breve encontro com oficiais de Justiça, para assinar o termo de compromisso para retornar ao Brasil para participar do desenrolar do inquérito.
Desábato deve ser poupado pelo Quilmes da rodada do Torneo Clausura (Campeonato Argentino) no próximo domingo, na partida contra o River Plate. Devido ao atraso da delegação no Brasil, o confronto válido pela nona rodada da competição pode ser disputado na segunda-feira.