Ankündigung

Einklappen
Keine Ankündigung bisher.

,,, é para pensar ...

Einklappen
X
  • Filter
  • Zeit
  • Anzeigen
Alles löschen
neue Beiträge

  • ,,, é para pensar ...

    --------------------------------------------------------------------------------

    O Cachorro e o Coelho

    Eram dois vizinhos. O primeiro vizinho comprou um coelhinho para os filhos.
    Os filhos do outro vizinho pediram um bicho para o pai.
    O homem comprou um pastor alemão. Papo de vizinho:
    - Mas ele vai comer o meu coelho.
    - De jeito nenhum. Imagina. O meu pastor é filhote. Vão crescer juntos, pegar amizade. Entendo de bicho. Problema nenhum.
    E parece que o dono do cachorro tinha razão. Juntos cresceram e amigos ficaram.
    Era normal ver o coelho no quintal do cachorro e vice-versa. As crianças, felizes.
    Eis que o dono do coelho foi passar o final de semana na praia com a família e o coelho ficou sozinho.
    Isso na sexta-feira.
    No domingo, de tardinha, o dono do cachorro e a família tomavam um lanche, quando entra o pastor alemão na cozinha.
    Pasmo. Trazia o coelho entre os dentes, todo imundo, arrebentado, sujo de terra e, claro, morto.
    Quase mataram o cachorro.
    - O vizinho estava certo. E agora!?
    - E agora eu quero ver!
    A primeira providência foi bater no cachorro, escorraçar o animal, para ver se ele aprendia um mínimo de civilidade e boa vizinhança. Claro, só podia dar nisso.
    Mais algumas horas e os vizinhos iam chegar. E agora? Todos se olhavam. O cachorro chorando lá fora, lambendo as pancadas.
    - Já pensaram como vão ficar as crianças?
    - Cala a boca!
    Não se sabe exatamente de quem foi a idéia, mas era infalível.
    - Vamos dar um banho no coelho, deixar ele bem limpinho, depois a
    gente seca com o secador da sua mãe e o colocamos na casinha dele no quintal.
    Como o coelho não estava muito estraçalhado, assim fizeram. Até perfume colocaram no falecido. Ficou lindo, parecia vivo, diziam as crianças.
    E lá foi colocado, com as perninhas cruzadas, como convém a um coelho cardíaco.
    Umas três horas depois eles ouvem a vizinhança chegar. Notam os gritos das crianças. Descobriram! Não deram cinco minutos e o dono do coelho veio bater à porta...
    Branco, assustado. Parecia que tinha visto um fantasma.
    - O que foi? Que cara é essa?
    - O coelho... O coelho...
    - O que que tem o coelho?
    - Morreu!
    Todos:
    - Morreu? Ainda hoje à tarde parecia tão bem...
    - Morreu na sexta-feira!
    - Na sexta?
    - Foi. Antes de a gente viajar as crianças enterraram ele no fundo do quintal!
    A história termina aqui. O que aconteceu depois não importa. Nem ninguém sabe.
    Mas o personagem que mais cativa nesta história toda, o protagonista da historia, é o cachorro.
    Imagine o pobre do cachorro que, desde sexta-feira, procurava em vão pelo amigo de infância, o coelho. Depois de muito farejar descobre o corpo.
    Morto. Enterrado. O que faz ele? Provavelmente com o coração partido, desenterra o pobrezinho e vai mostrar para os seus donos.
    Provavelmente estivesse até chorando, quando começou a levar pancada de tudo quanto é lado.
    O cachorro é o herói. O bandido é o dono do cachorro. O ser humano.
    E o homem continua achando que um banho, um secador de cabelos e um perfume disfarçam a hipocrisia, o animal desconfiado que tem dentro dele.
    Julga os outros pela aparência, mesmo que tenha que deixar esta aparência como melhor lhe convier. Maquiada.
    Coitado do cachorro. Coitado do dono do cachorro. Coitados de nós, animais racionais,
    QUE MUITAS VEZES NÃO PASSAMOS DE COMPLETOS IRRACIONAIS...

  • #2
    pensando bem

    é a mais pura verdade...

    sempre querendo tomar decisões''''corretas'''', antes mesmo de
    saber o que aconteceu... e daí os errões feios, muitas vezes.........

    Kommentar


    • #3
      O VALOR DAS PEQUENAS COISAS
      :wink: :lol:

      * Em cada indelicadeza, assassino um pouco aqueles que me amam.
      * Em cada desatenção, não sou nem educado, nem cristão.
      * Em cada olhar de desprezo, alguém termina magoado.
      * Em cada gesto de impaciência, dou uma bofetada invisível nos que vivem comigo ao meu lado.
      * Em cada perdão que eu nego, vai um pedaço do meu egoísmo.
      * Em cada ressentimento que eu esboço, revelo meu amor próprio ferido.
      * Em cada palavra áspera que eu digo, perco alguns pontos no céu.
      * Em cada omissão que pratico, rasgo uma folha do evangelho.
      * Em cada esmola que eu nego, um pobre se afasta mais triste.
      * Em cada oração que não faço, um mundo de graças eu perco.
      * Em cada juízo maldoso, meu lado mesquinho aflora.
      * Em cada fofoca que faço, eu peco contra o silêncio.
      * Em cada espinho que eu finco, machuco um coração.
      * Em cada pranto que enxugo, eu torno alguém mais feliz.
      * Em cada sorriso que espalho, eu planto a esperança em alguém
      * Em cada espinho que arranco, alguém beijará minha mão.
      * Em cada rosa que oferto, os anjos dizem amém!

      Kommentar


      • #4


        E VOCÊ ACREDITA EM DESTINO???

        Kommentar


        • #5



          8) :wink: :wink: :wink:

          Kommentar


          • #6
            Pô, essa estória do cachorro e do coelho foi forte....
            Nossa!! a mais pura realidade, mostrar como nós somos de verdade.

            Kommentar


            • #7
              QUEM É O INIMIGO?
              QUEM É VOCÊ?


              Se o inimigo precisa ser vencido. Talvez devessemos perguntar:

              Quem é o inimigo?

              Como no relato bíblico, Abel considerado privilegiado aos olhos do seu próprio irmão, acaba sendo assassinado por este. Em virtude disso, cabe perguntar: em que se baseia tal ódio? ... é muito curioso, o inimigo mudou, o mocinho também, mas o argumento é bastante semelhante. Destruo o meu inimigo para que ele não nos destrua. Em toda a natureza não se ouve falar de coisa parecida. Nenhum inseto extermina amplamente outro dentro de sua própria espécie. Mas NÓS, seres pensantes, além de praticar tal façanha, ainda nos damos o luxo de ignorar o que está por trás disso.

              E nos dizem: matem! E matamos. Somos belos "recrutas"a serviço dos poderosos e a estes damos nosso apoio incondicional. Imaginem o dia em que nos recusassemos a ir para a guerra, como seria?

              E se as mães dissessem: não geraremos mais filhos para a guerra! ou talvez poderíamos simplesmente perguntar a quem nos ordena: por que estou indo lutar? Este sem dúvida, seria o acontecimento do século!

              Poderíamos fazer mais do que simplesmente carregar uma bandeira pedindo paz. Deveríamos usar a inscrição: "não lutaremos, estamos em greve por uma geração".

              Se pudéssemos ignorar o prazo de validade dos mísseis do mocinho e deixar que ele perdesse milhares de dólares, ao invés de perdermos milhares de vidas, seríamos mais poderosos do que o próprio mocinho, pois sem os soldados o general não é nada.

              E no futuro poderíamos contar aos nossos filhos e netos que há um tempo atrás nos recusamos a praticar genocídio de forma passiva, por não nos manifestarmos ou de forma ativa, indo para as guerras. Ensinaríamos a eles o verdadeiro valor da vida humana que um dia valeu menos que um punhado de dinheiro ou um monte de armas prestes a sair da validade.

              Eles aprenderiam sobre o perigo de apenas obedecer a alguém somente porque este possui poder e dinheiro a ponto permitir que nossa empatia fique embotada.

              Talvez pudéssemos a partir destas atitudes aprender a identificar quem são nossos inimigos de fato. A intolerância, a ignorância, a obediência cega.

              Não existe maior inimigo do que nós mesmos, enquanto nos permitirmos enxergar com olhos preconceituosos e alheios.

              Lana Hosser

              lanahosser@bol.com.br

              Kommentar


              • #8
                • * IMPORTANTE *

                  Não importa o que é o mundo,
                  o importante, são os seus sonhos...
                  Não importa o que você é,
                  o importante é o que você quer ser...
                  Não importa onde você está,
                  importa pra onde você quer ir...
                  Não importa o porquê,
                  o importante é o querer...
                  Não importam suas mágoas,
                  o importante mesmo são suas alegrias...
                  Não importa o que já passou,
                  O passado?
                  Guarde na sua lembrança...
                  Nunca pense em julgar...
                  Não veja, apenas olhe.
                  Não escute, apenas ouça.
                  Não toque, sinta.
                  Acredite naquilo que quiser.
                  E, não adianta sonhar,
                  se você não lutar.
                  O mundo é um espelho,
                  Não seja só o seu reflexo.
                  Só acreditando num futuro...
                  Você conseguirá a paz
                  Para alcançar seus sonhos.
                  Afinal, o que importa?
                  Você importa!!!
                  Acredite em você!!!

                Kommentar

                Online-Benutzer

                Einklappen

                302 Benutzer sind jetzt online. Registrierte Benutzer: 2, Gäste: 300.

                Mit 2.135 Benutzern waren am 16.01.2016 um 01:30 die meisten Benutzer gleichzeitig online.

                Brasilien Forum Statistiken

                Einklappen


                Hallo Gast,
                Du hast Fragen?
                Wir haben die Antworten!
                Anmelden und mitmachen.
                P.S.: Für angemeldete Mitglieder ist das Forum Werbefrei!

                Themen: 23.933  
                Beiträge: 175.353  
                Mitglieder: 11.803  
                Aktive Mitglieder: 72
                Willkommen an unser neuestes Mitglied, fifa17sara.

                Unconfigured Ad Widget

                Einklappen
                Lädt...
                X