Ankündigung

Einklappen
Keine Ankündigung bisher.

Scheidt controla tensão e ganha 1o. ouro do Brasil em Atenas

Einklappen
X
  • Filter
  • Zeit
  • Anzeigen
Alles löschen
neue Beiträge

  • Scheidt controla tensão e ganha 1o. ouro do Brasil em Atenas

    ATENAS (Reuters) - Mais maduro depois de perder o título olímpico em Sydney-2000, Robert Scheidt conseguiu domar a tensão que lhe incomodou durante todo o domingo e garantiu o bicampeonato olímpico com a primeira medalha de ouro do Brasil na Olimpíada de Atenas.

    Scheidt passou por altos e baixos durante a semana, dormiu mal antes da prova decisiva e não sabia se era melhor torcer para a última regata acontecer ou ser cancelada. No final, descarregou toda a tensão com um mergulho no mar.

    "Em Olimpíada, eu durmo muito mal, sempre pensando na regata, em como o vento vai estar. Já passei por situações de pressão e sei como lidar com isso. Acho que estava bem calmo hoje, isso requer experiência", contou ele, após a regata decisiva.

    Scheidt terminou a última regata da classe Laser em sexto lugar, somando 55 pontos perdidos, contra 68 do austríaco Andreas Geritzer e 76 do esloveno Vasilij Zbogar.

    "Acho que foi um dia muito tenso, porque esperamos muitas horas na água para o vento firmar", disse o velejador, lembrando que por duas vezes a regata precisou ser adiada até que finalmente a disputa pudesse começar.

    "É difícil estar lá, naquela tensão, pensando 'espero que anulem a regata, que demore para o vento entrar e eu seja campeão'. Mas, ao mesmo tempo, acho que é mais justo fazer a última regata e poder ganhar velejando", ponderou.

    "A semana inteira vinha pensando que poderia chegar na segunda medalha de ouro. O moral caiu um pouco com o 19o e o 12o lugares (no quarto dia), mas reagi no dia seguinte", explicou ele.

    A última derrota de Scheidt na classe Laser aconteceu há exatos 333 dias, na final do Mundial de Cádiz, na Espanha, em 2003. Nesse campeonato, ele foi superado pelo português Gustavo Lima por apenas um ponto.

    TRANQUILIDADE

    Scheidt admitiu que está muito mais maduro do que quando perdeu o ouro para o inglês Ben Ainslie em Sydney, mas que a disputa foi bastante diferente em Atenas.

    "Foi totalmente diferente de Sydney, porque lá só dois (ele e Ainslie) podiam ganhar a medalha e hoje estava aberto e as oportunidades eram muitas. Sydney era uma disputa entre dois e eu perdi. Quatro anos depois me sinto mais maduro para a situação e aprendi muito", disse ele, que recebeu os cumprimentos de Ainslie, agora disputando a classe Finn.

    A expectativa agora é de que a conquista do ouro tire um pouco do peso dos outros atletas brasileiros que têm chances de subir ao degrau mais alto do pódio. Em Sydney-2000 a delegação do país voltou para casa sem ter ouvido nenhuma vez o hino nacional -- foram seis pratas e seis bronzes.

    "Acho que dá tranquilidade para os outros atletas do Brasil, sim, porque da última vez tínhamos muita pressão em cima dos que podiam pegar ouro. Espero ter contribuído para acabar com isso. Acho que, tanto aqui na vela como em outros esportes, vamos ter resultados muito bons", disse ele.

    BICAMPEÃO

    Com esse resultado, o heptacampeão mundial da categoria se tornou o atleta brasileiro com o melhor desempenho na história das Olimpíadas, superando Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico no salto triplo em Helsinque-52 e Melbourne-56.

    Além dos ouros em Atenas e Atlanta-1996, Scheidt também ganhou a medalha de prata em Sydney-2000. Foi a primeira medalha de ouro do Brasil em Olimpíadas em oito anos, já que, em Sydney, o hino nacional não tocou nos pódios australianos.

    "Fico muito feliz porque, desde Sydney, já se faziam essas comparações de poder igualar o recorde do Adhemar. Eu sinceramente não fiquei pensando nisso, tentei fazer o meu campeonato. Meu objetivo era sair com uma medalha olímpica. Conseguir igualar (o Adhemar) é uma coisa realmente fantástica para o esporte nacional", disse ele, admitindo que se desequilibrou quando caiu no mar depois de cruzar a linha de chegada.

    "Quando cheguei perto daquela linha de chegada, senti uma sensação incrível de 'acabou, ganhei'. Aí fiquei em pé, me desequilibrei um pouco e caí. Foi ótimo sentir a água batendo no corpo. Provavelmente amanhã vou acordar e ver que é verdade, que não estou dormindo."
    Gruss brasilmen Thomas
    www.brasilmen.de

Brasilien Forum Statistiken

Einklappen


Hallo Gast,
Du hast Fragen?
Wir haben die Antworten!
Anmelden und mitmachen.
P.S.: Für angemeldete Mitglieder ist das Forum Werbefrei!

Themen: 24.124  
Beiträge: 176.997  
Mitglieder: 11.919  
Aktive Mitglieder: 76
Willkommen an unser neuestes Mitglied, amba.

Online-Benutzer

Einklappen

299 Benutzer sind jetzt online. Registrierte Benutzer: 4, Gäste: 295.

Mit 2.135 Benutzern waren am 16.01.2016 um 01:30 die meisten Benutzer gleichzeitig online.

Lädt...
X