Ankündigung

Einklappen
Keine Ankündigung bisher.

Erbschaftssteuer in Brasilien

Einklappen
X
  • Filter
  • Zeit
  • Anzeigen
Alles löschen
neue Beiträge

    Erbschaftssteuer in Brasilien

    #Ad

    Kommentar

      Ich wurde von einem Bekannten um Infos bezügl. der Erbschaftssteuer in Brasilien gebeten.
      Ich habe leider überhaupt keine Ahnung wie das alles hier gehandhabt wird, ich lebe ja noch :lol:

      Ich wäre für Infos sehr dankbar.

      Viele Grüße
      Walter

      www.brasilienreisen.de.vu
    • #2

      Einfach mal ´nen bisschen "googlen" und Du stösst auf folgende Infos:

      Herança já paga imposto de até 4% em São Paulo
      MARCOS CÉZARI
      da Folha de S.Paulo

      11/03/2001

      Desde 1º de janeiro deste ano o Estado de São Paulo está cobrando um novo imposto sobre heranças e doações. É o ITCMD (Imposto sobre Transmissão "Causa Mortis" de Quaisquer Bens ou Direitos).

      O imposto, criado pela lei nº 10.705, atinge somente a parte dos bens móveis (ações, dinheiro, veículos etc.) de pessoas que morreram a partir de 1º de janeiro deste ano, inclusive. Os bens imóveis (casas, apartamentos, terrenos etc.) já pagavam o imposto.

      Nos casos de morte até 31 de dezembro do ano passado, o patrimônio móvel é transferido sem tributação, segundo a advogada Elisabeth Libertuci, do escritório Afonso & Libertuci Advogados. É que o fato gerador do imposto é a abertura da sucessão, que ocorre na data da morte, diz a advogada.

      O novo imposto incide sobre as doações (dinheiro, ações, cotas, veículos, poupança etc.) acima de R$ 24.575 e sobre as heranças (patrimônio a ser transferido aos herdeiros) acima de R$ 73.725.

      As doações e heranças até aqueles valores estão isentas. O Estado estabeleceu as isenções com base na Ufesp (a unidade fiscal estadual): 2.500 Ufesp para as doações e 7.500 para as heranças.

      O imposto será pago por quem receber a doação (donatário) ou a herança (herdeiro). O pagamento será feito na data da transferência da doação ou em até 30 dias após a decisão judicial que determinar o pagamento da herança.

      A base de cálculo do imposto é o valor venal ou de mercado do bem. No caso de ações negociadas em Bolsa de Valores, é a cotação média das mesmas; no caso de ações e cotas não negociadas em Bolsa, é o valor patrimonial.

      As alíquotas do novo imposto dependem do valor da doação e da herança. As doações acima de R$ 24.575 e até R$ 117.960 (12 mil Ufesp) pagarão 2,5%. Acima desse valor, 4%. As heranças acima de R$ 73.725 e até R$ 117.960 pagarão 2,5%. Acima disso, 4%.

      Até o final do ano passado, somente os imóveis herdados pagavam o imposto em São Paulo (a alíquota era de 4%, qualquer que fosse o valor).

      Com a alíquota de 2,5%, saem ganhando os herdeiros de imóveis de valor mais baixo. Os de até R$ 73.725 ficam isentos, enquanto os acima desse valor e até R$ 117.960 pagarão só 2,5%. Para valores maiores não há mudança.

      Os herdeiros dos outros tipos de bens saem perdendo, pois agora terão de pagar um imposto que não existia até o final de 2000.

      O novo imposto está previsto no artigo 155, inciso I, da Constituição Federal, na redação da emenda constitucional nº 3/93.

      Entretanto, a Constituição estabelece que o ITCMD não pode ser progressivo, o que torna possível a discussão judicial contra os 4%.

      Apesar dessa possibilidade, a advogada diz que recorrer à Justiça contra a progressividade pode não ser vantajoso.

      O motivo é simples. Ao contestar a progressividade, o contribuinte teria de pagar o imposto pela alíquota menor, de 2,5%, mas perderia a parcela de isenção _R$ 24.575 para doações e R$ 73.725 para heranças.

      Elisabeth dá um exemplo de como, dependendo do valor, não compensa recorrer à Justiça. Sobre uma doação de R$ 180 mil, o imposto é de R$ 4.816,22, o que representa alíquota efetiva de apenas 2,67%.

      No caso, a diferença é de apenas 0,17 ponto percentual, ou R$ 316,22 (com alíquota única de 2,5% o imposto seria de R$ 4.500).

      Por esse motivo, a advogada diz que somente nos casos em que as doações ou as heranças tiverem valores muitos elevados é que compensaria recorrer à Justiça.

      Os contribuintes que forem registrar seus imóveis no município de São Paulo pagarão alíquota única de 2% de Imposto sobre Transmissão Inter Vivos.

      A alíquota única foi fixada pela lei nº 13.107 e também está em vigor desde 1º de janeiro. Até o final de 2000 as alíquotas iam de 2% a 6%, conforme o valor do imóvel.

      Nos registros de imóveis compreendidos no SFH a alíquota é de 0,5% sobre o valor efetivamente financiado, até o limite de R$ 42,8 mil. Sobre o valor excedente, a alíquota é de 2%.

      Quelle: http://www1.folha.uol.com.br/folha/d...lt91u16510.shl

      ===============================================

      Como funciona o imposto sobre herança e sobre doação no Estado de São Paulo

      Antes apenas imóveis eram taxados ao serem recebidos de herança. Agora, qualquer bem como depósitos bancários, aplicações financeiras etc são taxados a partir de um certo valor. Outra novidade é que este imposto não se restringe mais a apenas bens transmitidos por falecimento, mas também por doação.




      Passo a passo:


      1. O Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCMD), antes só taxava os imóveis com uma alíquota única de 4%. Agora qualquer tipo de bens quando a soma ultrapassar 7.500 Ufesp (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo), correspondentes a R$73.725,00, terá o imposto recolhido com alíquota de 2,5% até 12.000 Ufesp (R$117.960,00) e 4% acima deste limite.

      2. O pagamento do imposto sobre herança não cobre as outras despesas que continuam existindo no processo: 1% de custas judiciais, honorários advocatícios (6% de acordo com a tabela sugerida pela OAB) e pagamento dos emolumentos no Cartório de Registro de Imóveis.

      3. Para doação o limite é menor. A parcela isenta de imposto corresponde a até 2.500 Ufesp (R$24.575). Até 12.000 Ufesp (R$117.960,00), aplica-se a alíquota de 2,5% e o que passar disso 4%.

      4. Na doação o imposto deverá ser recolhido antes da celebração do contrato ou ato correspondente.


      Atenção:
      O valor da Ufesp pode mudar!


      Quelle: http://www.sabido.com.br/artigo.asp?art=852


      Wie es assieht auf jeden Fall abhängig vom Bundesstaat :!:

      Kommentar

      • #3

        cool,
        da sieht man doch gleich den einfluß der
        großgrundbesitzer :lol: auf die bras. gesetz-
        und steuergebung. was für ein land.

        Kommentar

        • #4

          Hallo Gast Nr. 1,

          vielen dank für deine Hilfe!


          Hallo Gast Nr. 2,

          in diesem Falle ein fantastisches Land oder stehst du auf hohe Steuern?

          Kommentar

          Brasilien Forum Statistiken

          Einklappen


          Hallo Gast,
          Du hast Fragen?
          Wir haben die Antworten!
          >> Registrieren <<
          und mitmachen.

          Themen: 24.373  
          Beiträge: 179.457  
          Mitglieder: 12.220  
          Aktive Mitglieder: 66
          Willkommen an unser neuestes Mitglied, Dassprachchamaeleon.

          P.S.: Für angemeldete Mitglieder ist das Forum Werbefrei!

          Online-Benutzer

          Einklappen

          335 Benutzer sind jetzt online. Registrierte Benutzer: 2, Gäste: 333.

          Mit 2.135 Benutzern waren am 16.01.2016 um 01:30 die meisten Benutzer gleichzeitig online.

          Lädt...
          X