Ankündigung

Einklappen
Keine Ankündigung bisher.

COMBUCO Rückzug der Investitionen

Einklappen
X
 
  • Filter
  • Zeit
  • Anzeigen
Alles löschen
neue Beiträge

  • COMBUCO Rückzug der Investitionen

    #Ad

    Kommentar

      Ola

      José Wahnon, diretor geral do grupo Vila Galé no Brasil überlegt den Bau der Golfanlage, eine Investition in der Höhe von 600 Millionen Reais einzustellen bzw. in einen anderen Staat zu verlagern!
      Grund: Streitigkeiten um die IPTU (Steuer für Grundstücke im Stadtgebiet),
      Vila Galè ist der Meinung Combuco befindet sich außerhalb der Stadt und muß deswegen die IPTU nicht bezahlen, die Prefeitura ist jedoch anderer Meinung und hat die Baugenehmigung verweigert!

      Originalartikel:
      http://diariodonordeste.globo.com/ma...?codigo=355113
      (nur mit Loggin)

      IMPASSE NAS OBRAS DO CUMBUCO GOLF RESORT
      Vila Galé pode retirar investimento no CE


      A demora da Prefeitura de Caucaia na concessão da licença ambiental e da documentação para a liberação das obras do Cumbuco Golf Resort pode tirar do Ceará um dos maiores investimentos turísticos já prospectados pelo Estado. José Wahnon, diretor geral do grupo Vila Galé no Brasil, realizador do resort, afirmou ontem que “se a situação não for resolvida no começo de agosto, o projeto vai ser adormecido”.

      As obras, que deveriam ter começado em março deste ano, ainda estão paralisadas. Segundo Wahnon, os motivos do atraso são a falta do alvará da construção e da carta de anuência da Prefeitura e a indefinição dos incentivos fiscais a serem concedidos pela administração municipal.

      Com orçamento de mais de R$ 600 milhões a ser aportado em até dez anos, o Cumbuco Golf Resort ocuparia uma área de 470 hectares, na Barra do Rio Cauípe, distante 30 quilômetros de Fortaleza. O plano do Vila Galé era montar uma estrutura com hotéis, campo de golfe e lotes residenciais. Apenas na primeira fase, seriam empregados nada menos que R$ 70 milhões.

      DESLOCAMENTO - O empreendedor não descartou a possibilidade de redirecionar o projeto para outro Estado nordestino, revelando já ter recebido “propostas interessantes de Sergipe e da Bahia”. Caso o resort não seja mesmo construído no Cumbuco, Wahnon acredita ser pouco provável que o grupo demonstre interesse de tentar investir mais no Estado. “Aquela área é a única no perfil que buscamos. Se não a tivermos, vamos partir em busca de outras oportunidades”, frisou.

      Para Wahnon, a postura da administração de Caucaia não tem sido satisfatória. “Em qualquer lugar do mundo, o desenvolvimento depende de investimentos. E o poder público tem de estar disposto a dar as condições e os incentivos, para que o investidor possa realizar seus projetos”, avaliou. Contudo, ele ressalvou que “tem recebido todo o apoio do Governo do Estado”, lembrando o compromisso firmado para investimentos de até R$ 80 milhões em infra-estrutura.

      IPTU - A Prefeitura de Caucaia informou, por meio da Procuradoria Geral do Município (PGM), que o terreno destinado para o empreendimento tem um débito em relação ao Imposto sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). A prefeitura não informou de quanto seria o débito do terreno, que tem cerca de 450 hectares, mas a reportagem apurou, extra-oficialmente, que a cobrança está em torno de R$ 200 mil.

      Segundo a Prefeitura, a dívida do IPTU do terreno é do período de 2000 a 2005, referente à época que pertenciam a João Bosco Aguiar Dias. Hoje, segundo o contrato apresentado à Prefeitura, a área está incorporada às empresas que estão à frente do Cumbuco Golf Resort.

      Segundo a Procuradora Geral do Município de Caucaia, Ana Paola Lopes, a dívida não pode ser perdoada. “Existe uma pendência do ex-proprietário que está entravando todos os demais procedimentos necessários”, explica. A procuradora disse que a Prefeitura tem todo interesse no resort, mas que o empreendimento não pode avançar enquanto a questão do IPTU do terreno não for resolvida.

      Dias, que se classifica como “parceiro” do negócio, diz que a dívida não existe e alega que o imóvel deveria estar classificado como rural e, dessa forma, estaria livre de IPTU até que o empreendimento fosse instalado. Segundo a PGM, a área pertence ao perímetro urbano e, portanto, tem de pagar IPTU.

      O empresário garante que a área toda já está legalizada e disse esperar que a questão seja resolvida logo. “Não vamos ficar amarrados. Vai haver o investimento com toda certeza”, disse.

      Quanto aos incentivos fiscais, Ana Paola Lopes disse que só não foram concedidos mais para que o Município não desobedecesse a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os empreendedores queriam uma alíquota de Imposto Sobre Serviços (ISS) de 2% e o Município oferece 2,5%.

      ESTADO - O secretário de Turismo do Estado, Allan Aguiar, ressaltou que a questão é entre o Município e o proprietário anterior do terreno. “Sou um otimista. Espero que as coisas se resolvam”. Para ele, a possibilidade de não concretização do empreendimento traria prejuízos para a população de Caucaia e para a imagem do Estado.


      Diese Nachricht wird natürlich zu einem starken Absturz der Immobilienpreise in Combuco führen...



      tchao

      winni
      http://wipiweb.com/forum/viewforum.p...5325e1906f386d

    • #2
      Ola

      Der obrige Artikel ist schon wieder alt, jetzt heißt es von den seiten der Portugiesen:
      noch mehr Investitionen aber in Fortaleza:
      http://www.opovo.com.br/opovo/economian/617465.html

      Auch in Aquiraz kommen die Investoren auf ihre Kosten:
      die Regierung verspricht Ausbauung der Infrastruktur im raum Aquiraz (die versprechen immer viel!) und zwar in der Höhe von :
      100 Millionen Reais, Nutznieser werden die Bewohner von Prainha und Presidio/Iguape sein!
      http://www.opovo.com.br/opovo/economian/617467.html

      wer jetzt im Raum Aquiraz investiert wird gewinnen!!


      tchao

      winni
      http://wipiweb.com/forum/viewforum.p...5325e1906f386d

      Kommentar

      Unconfigured Ad Widget

      Einklappen

      Brasilien Forum Statistiken

      Einklappen


      Hallo Gast,
      Du hast Fragen?
      Wir haben die Antworten!
      >> Registrieren <<
      und mitmachen.

      Themen: 24.775  
      Beiträge: 183.998  
      Mitglieder: 12.549  
      Aktive Mitglieder: 40
      Willkommen an unser neuestes Mitglied, fsmarine.

      P.S.: Für angemeldete Mitglieder ist das Forum Werbefrei!

      Online-Benutzer

      Einklappen

      295 Benutzer sind jetzt online. Registrierte Benutzer: 3, Gäste: 292.

      Mit 2.135 Benutzern waren am 16.01.2016 um 00:30 die meisten Benutzer gleichzeitig online.

      nach Oben
      Lädt...
      X