.

Ankündigung

Einklappen

Ankündigung

Moin,
für mich wir es Zeit mit dem Betrieb des Forums aufzuhören.

Mehr Informationen: Alles hat ein Ende

>> Ab sofort sind keine neuen Registrierungen mehr möglich.
>> Am 30. Januar werde ich die Möglichkeit neue Themen zu starten sperren.
>> Ab 13. Februar wird es dann nicht mehr möglich sein zu antworten.

Gruß
Christian
Mehr anzeigen
Weniger anzeigen

Balança comercial leva dólar a maior queda em 4 meses

Einklappen
X
 
  • Filter
  • Zeit
  • Anzeigen
Alles löschen
neue Beiträge

    Balança comercial leva dólar a maior queda em 4 meses

    Balança comercial leva dólar a maior queda em 4 meses

    SÃO PAULO (Reuters) - O dólar encerrou a segunda-feira com a queda mais acentuada em quase quatro meses, de 1,43 por cento. O firme desempenho da balança comercial na última semana levou a moeda norte-americana para 2,341 reais.

    O dia mais fraco de notícias políticas também contribuiu para a tranquilidade no câmbio, disseram analistas.

    A superávit comercial foi de 1,333 bilhão de dólares na segunda semana de julho, com exportações de 2,680 bilhões de dólares e importações de 1,347 bilhão de dólares. Foi o melhor resultado semanal da balança em 2005.

    Em julho, o saldo da balança está positivo em 1,713 bilhão de dólares. No ano, o superávit é de 21,384 bilhões de dólares.

    "O mercado caiu bastante devido ao resultado da balança comercial que foi recorde", resumiu o operador de câmbio de uma corretora.

    Para Alexandre Vasarhelyi, responsável por câmbio do banco ING, o movimento da moeda norte-americana em relação ao euro também fortaleceu a apreciação do real.

    No front externo, o dólar perdia terreno em relação a várias moedas, em um movimento parcialmente técnico já que os investidores estavam cautelosos antes dos dados comerciais dos Estados Unidos --que serão divulgados na quarta-feira.

    Em outra notícias favorável, o recuo dos preços internacionais do petróleo ajudou a amenizar as preocupações dos investidores. Em Nova York, os contratos de petróleo para agosto encerraram em queda, a cerca de 59 dólares por barril.

    A queda do dólar nesta segunda-feira foi a mais forte desde 17 de março, quando a divisa caiu 1,59 por cento.

    (Por Alice Assunção e Nathália Ferreira)
    Gruss brasilmen Thomas
    www.brasilmen.de
Lädt...
X